Minha Biblioteca – 1984 de George Orwell

Publicado por Homero Carmona em

Depois de passar a adolescência inteira sendo obrigado a ler romances e achando que eu odiava ler, aos 16 anos, finalmente me deparei com 1984, de George Orwell e descobri que gostar de ler não é algo genérico e binário…

Depois de ler e desistir de ler muita literatura (aquelas que caem no vestibular), ler 1984 foi muito impactante para mim.

Foi a redescoberta da leitura… Foi a descoberta de como o mundo pode ser “macabro”.

Dominação - Engin Akyurt no Pexels
Dominação – Engin Akyurt no Pexels

Fui um privilegiado por estudar em uma escola particular e que tinha aulas de “Contracultura“, ou seja, pensamentos que divergem da maioria e eventualmente levam a cenários de “rebeldes” como o Blues, Rock, Punk, Hippie, Rap etc.

Fui privilegiado também pelas aulas do professor Américo, que amava o que fazia e, por isso, conseguia inebriar a sala de 40 adolescentes transbordando de hormônios.

Ele ensinou não só o que é Contracultura, como também mostrou quais são os mecanismos de destruição de uma contracultura… Isso não é pouca coisa!

Um pouco mais sobre 1984

O livro conta a história de uma pessoa vivendo em 1984 em um mundo controlado pelo autoritarismo. O livro foi escrito por George Orwell na década de 40 e é impressionante como ele projeta o futuro de maneira adequada.

Talvez ele tenha exagerado na evolução tecnológica, que demorou um pouco mais do que ele previu, mas os sistemas de controle são assustadoramente verdadeiros.

  • Ele previu TVs que nos assistiriam em casa
  • Com o Ministério da Verdade, ele mostrou como a manipulação de fatos e as Fake News acontecem
  • Com Winstom, o personagem principal, ele mostra como tentamos inutilmente fugir deste mundo de controle
  • Mostrou também como há um sentimento compartilhado entre quase todos, mas que temos medo ou aprendemos a não externar
Personagem do filme “1984”: Winston Smith
Personagem do filme “1984”: Winston Smith

O livro é um clássico e o que não faltam são resumos e sinopses para vocês buscarem. O importante é entender como a leitura deste livro me fez mudar a minha visão de mundo e vai fazer você mudar a sua!

É fascinante…

Uma curiosidade interessante é que o livro inspirou um dos programas de Televisão mais famosos do Brasil, o Big Brother. Pois é, o Grande Irmão no livro é o Líder Supremo (real ou criado?) que controla tudo o que as pessoas fazem e conversam com elas através da “Teletela”, uma televisão com comunicação e visão de mão dupla do livro.

Parece familiar? 🙂

Como interpretar 1984 e George Orwell

O mais radical de direita vai dizer que o livro é uma cópia cuspida e escarrada dos sistemas de governo da Coréia do Norte, Myanmar ou Cuba.

O mais radical de esquerda, vai dizer que é exatamente aquilo que vivemos neste mundo pseudo-democracia-capitalista dominado por Fakes News e Tecnologia que beneficiam uma minoria.

Para mim, prefiro evitar extremos e pegar as cenas pontuais do livro para fazer um paralelo com nossas vidas e refletir. A principal delas é:

O quão distante estamos da realidade explicitada no livro? Independente do sistema político…

Além disso, é preciso saber que George Orwell era um cara que entendia o comportamento humano melhor que média de nós e que fazia experimentos neste sentido. Não a toa, ele é autor de outro clássico “pseu-infantil” e totalmente político “Revolução dos Bichos”.

Convido vocês à leitura de ambos. Assustadoramente reais e imprescindíveis nos nossos tempos 🙂

1984

Revolução dos Bichos

Sem dúvida, 1984 me fez pensar por outro lado e é um livro que já li algumas vezes. E você, o que achou? Deixe seu comentário….


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *